Páscoa deve ter mais chocolates e menos ovos

Mercado brasileiro registra diminuição da participação de ovos no volume total de vendas da Páscoa

Há pelo menos cinco anos consecutivos a participação dos ovos nas vendas de Páscoa sofrem redução em detrimento de outras opções de presentes que usam o chocolate. A tendência é observada pela Dipam Gaúcha Distribuidora que aposta forte em produtos como o Kisses, da Hershey´s e a Colomba da Bauducco.

- São itens que chegam até o consumidor com preços mais atrativos do que os ovos. Além disso oferecem embalagens atrativas e prontas para presente com um diferencial de sabor excelente – afirma o gerente comercial da Dipam Gaúcha, Flávio Kafruni,

O chocolate como um todo foi um dos ingredientes que mais sofreu com a alta do dólar e elevação dos preços no mercado brasileiro.

Os ovos de páscoa vêm perdendo terreno para o cholocate nos últimos anos. Em 2012, a proporção era de 64,3% de chocolate e 35,7% de ovos. Em 2013, subiu para 66% em chocolates e 34% ovos. Em 2014, aumentou ainda mais a presença do chocolate atingindo a marca de 69,3% contra 30,7% de ovos. Em 2015 chegou a 72, 6% o chocolate e 27,4 os ovos.

Outro comparativo surpreendente é a diferença quando calculado proporcionalmente a quantidade de chocolate. O preço do quilo do chocolate em um ovo de Páscoa é em média de R$ 130,00, enquanto em um produto com o o Kisses, esse valor fica em torno de R$ 76,00.